fbpx

Como a alimentação pode influenciar na saúde auditiva

alimentacao-saude-auditiva

Você já parou para pensar que manter uma alimentação saudável e balanceada pode fazer a diferença não só para o corpo e sua boa forma, mas também para a saúde da sua audição?

Existem alguns alimentos que podem reduzir o risco de desenvolver a perda auditiva ou impedir que ela ou outros problemas auditivos progridam.

Vale lembrar que, uma vez destruída a célula sensorial que capta os sons, o processo é irreversível.

Por isso, ao longa da vida, é importante manter uma alimentação saudável.

Nos primeiros sintomas de alguma alteração metabólica é preciso tomar cuidado, prevenir para que não haja lesão dessas células. Depois da lesão, não tem alimento que ajude a voltar.

Banana, batata e espinafre para escutar melhor!

Um dos nutrientes mais importantes para a saúde auditiva é o potássio.

Se ingerido em poucas quantidades, este mineral pode influenciar na perda auditiva.

A explicação para isso é simples: o potássio é o responsável por suportar a transmissão de impulsos nervosos, então é recomendável a ingestão de frutas como: damasco, banana, melão e laranja, além de batata, espinafre, feijão e leite.

Amêndoas, manteiga de amendoim e frutas cítricas

Alimentos famosos por sua vitamina C, como limão, laranja, tangerina, e aqueles ricos em vitamina E, como amêndoas, óleo de girassol e manteiga de amendoim também podem ajudar – e muito – quando o assunto é afastar os problemas auditivos.

Os especialistas em saúde auditiva recomendam o consumo em grandes quantidades dessas vitaminas porque elas ajudam a aliviar a perda auditiva, possibilitando a correção de deficiências nutricionais, aumentando a circulação sanguínea, melhorando o sistema imunológico e o combate à infecção.

Peixes são excelentes para a audição feminina

peixe-melhora-saude-auditiva

Para a audição feminina, estes não são os únicos aliados. Uma pesquisa do Hospital Brigham and Women, nos Estados Unidos, apontou que o consumo de duas ou mais porções de peixe por semana está associado a um menor risco de perdas auditivas em mulheres.

Para se chegar a essa conclusão foram analisadas 65.215 mulheres, que foram acompanhadas no período entre os anos de 1991 a 2009.

Após aproximadamente 1.038.093 acompanhamentos dessas pessoas por ano, foram notificados 11.606 casos de perda auditiva incidente.

A análise constatou que quanto maior o consumo de cada tipo de peixe específico menor era o risco de perda auditiva. 

Açúcar, cafeína e tabaco em excesso podem prejudicar a audição

Embora alguns alimentos façam muito bem para audição, outros como açúcares e carboidratos, quando consumidos em grande quantidade podem desenvolver problemas de audição.

A cafeína, encontrada no café e em refrigerantes a base de cola, em muitos estudos é apontada como uma inimiga da saúde auditiva, é vista como um fator que pode acentuar o incômodo do zumbido, mas em outros, como este aqui, ela pode ser considerada um “remédio” para o problema.

Como o assunto ainda é controverso, a maioria dos especialistas indica o consumo com parcimônia da substância e, caso o paciente note piora, a suspensão completa da ingestão.

Compartilhe conhecimento! S2

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Dra. Regina Soares

Idealizada pela CEO Dra. Regina Soares, a Clínica ReVitali, é uma empresa especializada em promover saúde e qualidade de vida, por uma equipe de profissionais experientes em diversas áreas, tornando-se um atendimento personalizado e de excelência aos seus pacientes.

Post Recentes
Categorias